Home Notícias No Pará, 46 crianças esperam por adoção
No Pará, 46 crianças esperam por adoção PDF Imprimir E-mail

No Pará existem hoje 46 crianças aguardando uma família que esteja disposta a dar carinho, amor e esperança de vida melhor. Este é o balanço de crianças paraenses que aguardam por adoção, conforme o último balanço do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), realizado pela Corregedoria Nacional de Justiça, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O cadastro mostrou também que estão cadastradas e aptas a adotarem uma criança no Estado, 158 pretendentes, portanto, um número maior de pessoas que a quantidade de crianças que aguardam por uma família. A juíza que responde pela Vara da Infância e Adolescência no Pará, Rubilene Rosário, explica os motivos dessa situação.

Segundo ela, o perfil das crianças disponíveis para adoção não é o perfil padrão que as famílias desejam. Conforme informações do CNA, 77,09% dos pretendentes cadastrados em todo país só desejam crianças abaixo de três anos de idade. A esperança de adoção vai se reduzindo quando a faixa etária passa dos sete anos. “As famílias procuram por crianças que tenham até quatro anos de idade, que sejam brancas, de olhos claros e que não tenham nenhuma doença”, diz.

Para tentar fazer com que esse padrão seja “desmistificado”, a nova lei da adoção trouxe mudanças significativas. “Agora, para fazer a adoção, as famílias têm que participar de um curso preparatório. Durante esse curso, eles conhecem a realidade das crianças e ficam sabendo dos mitos que giram em torno da adoção”.

Em todo Brasil, 7.949 crianças estão aptas a serem adotadas, ou seja, se encontram destituídas do poder familiar. Os dados, referentes ao dia 3 de dezembro de 2010, indicam também que há 30.378 pretendentes à adoção, já cadastrados.



Fonte: Diário on Line www.diarioonline.com.br/noticia-128174 Terça-Feira, 04/01/2011, 03:45:36