Home Apadrinhamento
Programa de Apadrinhamento Afetivo PDF Imprimir E-mail

DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES INSTITUCIONALIZADOS “DÊ CARINHO, DÊ FUTURO”

O Apadrinhamento Afetivo é um programa para crianças e adolescentes abrigadas, visando o desenvolvimento de estratégias e ações para criar e estimular a manutenção de vínculos afetivos entre eles e os voluntários, ampliando, assim, as oportunidades de convivência familiar e comunitária dos mesmos.

Este programa foi  instituído pelo Projeto Aconchego – Grupo que apóia a Adoção e o Apadrinhamento Afetivo em Brasília, em parceria com instituições de abrigamento e a Vara da Infância e Juventude do DF e a participação da sociedade civil. Colabora também uma equipe técnica formada por psicólogos voluntários que atuam na formação e acompanhamento dos padrinhos / madrinhas neste processo.

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA o abrigo é um local para permanência temporária de crianças e adolescentes impossibilitados de estar com suas famílias. Apesar do ECA descrever a medida de abrigamento como excepcional e transitória, é fato que muitas crianças e adolescentes passam anos nessas instituições, privadas do convívio familiar e comunitário.

A realidade cotidiana de crianças/adolescentes institucionalizados tem despertado a atenção da sociedade e organizações que atuam na defesa dos direitos de crianças e adolescentes. Verifica-se, em geral, a ausência de fatores fundamentais ao bom desenvolvimento do ser humano, como: tratamento individualizado, afeto, aconselhamento, vínculos afetivos significativos, convivência comunitária, etc. A ausência desses fatores pode agravar nessas crianças e adolescentes, problemas como solidão, sentimento de abandono, baixa auto-estima, agressividade, baixo rendimento escolar, dificuldade de socialização, entre outros.

Diante dessa realidade, e consciente de que é responsabilidade da família, do estado e da sociedade zelar por suas crianças e adolescentes, foi elaborado o presente Programa, que visa captar, mobilizar, capacitar e acompanhar voluntários que se disponham a ser padrinhos ou madrinhas afetivos de crianças e adolescentes institucionalizados.

Os principais objetivos do Programa são:

- Aproximar pessoas interessadas em assumir o compromisso de acompanhar, orientar, assistir e apoiar o desenvolvimento e o projeto de vida de crianças e adolescentes abrigados.
- Proporcionar aos padrinhos/ madrinhas uma formação e acompanhamento adequado para auxiliá-los na construção de estratégias para atuarem neste contexto.
- Contribuir para que crianças e adolescentes abrigados tenham a possibilidade de construir e manter vínculos afetivos fora da instituição, receber atenção individualizada, aconselhamento, apoio e acompanhamento escolar, ampliando, assim suas oportunidades de convivência social e comunitária.
- Apoiar e oferecer retaguarda afetiva e sócio-econômica (quando for o caso) a crianças/adolescentes, após conclusão do estudo do caso pela equipe técnica do abrigo, durante e após sua reintegração.
- Promover ações que contribuam para o fortalecimento e a ampliação da rede de solidariedade no apoio a este Programa.
- Sensibilizar a sociedade para a problemática de crianças e adolescentes abrigados.

Os padrinhos/ madrinhas irão efetivar suas atividades no próprio abrigo ou, atendendo aos procedimentos legais / administrativos, poderão levar o (a) afilhado (a) para passear fora da instituição, para passar fins de semana/feriados na sua residência ou viajar em sua companhia nos períodos de férias ou feriados.

As pessoas que por motivos diversos não puderem ou quiserem ser padrinhos diretos, assim como empresas, poderão ser COLABORADORES, fornecendo ajuda material para a criança / adolescente e/ou suas famílias. Os colaboradores receberão periodicamente informações sobre a criança / adolescente e respectivas famílias que estejam se beneficiando com sua ajuda.