Home Família Acolhedora
Câmara aprova programa da Guarda Subsidiada PDF Imprimir E-mail

O Programa Guarda Subsidiada, denominado em Cascavel de Família Acolhedora, que visa abrigar crianças e adolescentes em situação de risco social, foi aprovado ontem na sessão da Câmara de Vereadores em terceira votação, com uma emenda do vereador Fernando “Bacana” Dias Lima (sem partido), solicitando que as famílias participantes do programa possuam pelo menos uma pessoa com vínculo empregatício, gerando renda para o grupo familiar.

“Queremos que essas pessoas tenham o mínimo de condições financeiras para que a contrapartida do poder público não seja a única fonte de renda e deixe de ser utilizada para o benefício da criança que está sendo abrigada.” As famílias participantes recebem cerca de R$ 250 por mês por criança acolhida, que não pode ultrapassar o número de três.

Por não existir a exigência de uma renda mínima das famílias para entrar no programa Guarda Subsidiada, a Secretaria de Ação Social mantém uma equipe trabalhando na triagem das famílias para garantir que as crianças e adolescentes tenham um verdadeiro ambiente familiar.

O programa Guarda Subsidiada prevê a valorização do direito de crianças e adolescentes à convivência familiar e o atendimento especializado às famílias de origem, das quais os menores em situação de risco foram retirados, para que, posteriormente, possam ser reintegrados ao lar ou encaminhados a uma família adotiva. Este programa já existe - mas agora será Lei – e tem sido a solução mais aceita pelas autoridades que atuam na área da infância e juventude no Município, sendo elogiado e incentivado pelo judiciário, conselheiras tutelares, Secretaria de Ação Social e CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente).

Fonte: Jornal Hoje