Psicólogo defende combate ao preconceito contra adoção Imprimir
Escrito por Érica Amorim - Edição: Ana Felícia   
Seg, 25 de Julho de 2011 17:26

Tempo Real - 24/8/2004 16h15

O psicólogo da Organização Não-Governamental Terra dos Homens, Fernando Freire, fez há pouco um balanço sobre os desafios e obstáculos para a implantação da Lei Nacional de Adoção (Pl 756/03), que está sendo discutida na comissão especial que analisa o tema. Freire disse que um dos principais desafios nessa discussão é lutar contra preconceitos, barreiras administrativas e culturais que impedem as adoções necessárias. "Esse projeto em discussão é um grande desafio um convite ao diálogo já que a adoção é uma resposta ao abandono de milhares de crianças que necessitam de uma família".

Para Fernando Freire, nessa discussão é preciso analisar a importância do tema "adoção" seus alcances e limites. Ele também ressalta a importância de se assegurar as crianças que vivem em abrigos o direito a convivência familiar, definir quando a criança de fato precisa de uma nova família e definir a adoção como um direito da criança e não apenas do adotante.

Neste momento está falando o juiz da Vara da Infância e da Juventude de Recife, Luiz Carlos Barros de Figueiredo.

A audiência está sendo realizada no plenário 9.

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

A Agência também utiliza material jornalístico produzido pela Rádio, Jornal e TV Câmara.

Última atualização em Seg, 25 de Julho de 2011 17:28